ULTIMAS NOTÍCIAS

Vídeo mostra agente da Lei Seca dando tapa na cara de homem durante blitz no Rio


Rio - Um vídeo recebido pelo Whatsapp O Dia (9-8762-8248) mostra um agente da Lei Seca dando tapas na cara de um motoqueiro, que não reage à abordagem. A cena aconteceu na madrugada de sábado para domingo, na Estrada do Galeão, na Ilha do Governandor, na Zona Norte do Rio.

Nas imagens, o motorista da moto está parado e encostado em um carro no momento em que apanha. O vídeo mostra ainda que ele não reagiu mesmo sendo agredido. O agente ainda manda, aos gritos, uma moradora do local, que está na janela e presencia agressão, tomar no c.* quando ela fala para ele não bater no homem.

Segundo informações obtidas pelo DIA, o agente que agride o motoqueiro é o tenente da PM identificado como Carlos Alberto Penco Ferreira Lobato , coordenador da operação. De acordo com as informações, ele já foi exonerado da Lei Seca e voltou para a Polícia Militar.

O motoqueiro e o homem que estava na garupa dele foram abordados após atropelarem o tenente e fugir. Mas, mais adiante, acabaram perseguidos e pegos pelo tenente e outros agente da Lei Seca. Como mostra o vídeo, a dupla não reage, em nenhum momento, à abordagem.






Em seguida, a equipe da operação Lei Seca revista de forma truculenta os dois motoqueiros. Nas imagens, uma agente empurra os dois homens e os obriga a encostar no carro. Depois, um homem da equipe aponta um fuzil na direção da dupla. Um dos homens se defende ao ser questionado se havia ingerido bebida alcóolica: "Já disse que não bebi".

É logo depois que o rapaz, que está parado encostado no carro, leva um tapa na cara do tenente Penco. "Você não me viu na frente da moto, não?”, pergunta ele dando outro tapa na cara do motoqueiro. Uma moradora, da janelda de casa, se manifesta: "Que isso moço, não bate nele não".

O tenente grita com ela. “Cala a boca, se mete na sua vida, porra. Me atropelou porra. Tu sabe o que aconteceu aqui no meu braço?", berra ele. A mulher responde: "Cala a boca, não”, diz. “Não sei e não quero saber", grita ela. O homem, então, xinga. "Então vai tomar no teu c*", manda o PM. A moradora responde o xingamento: "Vai você tomar no teu".

O agente ignora a moradora e continua interrogando o homem: "Tu não me viu na rua não? Aí tu joga a mota em cima de mim? Tá vendo essa merda aqui, seu filho da p*? O senhor está preso, pega as suas coisas ali". Em seguida, o homem acompanha os agentes.

O motoqueiro foi autuado por dirigir embriagado e por lesão corporal culposa provocada por atropelamento.

Em nota, a coordenação da Operação Lei Seca condena a atitude do agente exibida no vídeo e ressalta que a conduta praticada por ele é inaceitável e injustificável e, por isso, o agente foi exonerado. "As operações Lei Seca gozam de grande credibilidade da sociedade fluminense há 7 anos devido ao respeito e profissionalismo dos agentes".

Fonte:O Dia

Postagem mais recente Postagem mais antiga