Header Ads

Header ADS

TV Varjota em Destaque - Ao vivo

Vizinho confessa que estuprou, estrangulou e jogou corpo de Rakelly em cacimba

A criança Rakelly Matias Alves, encontrada amordaçada e morta dentro de uma cacimba no último sábado (24), próximo ao local onde morava, em um sítio em Itaitinga, Região Metropolitana de Fortaleza, foi estuprada e estrangulada pelo caseiro do local. As informações são do Diário do Nordeste.


Segundo a delegada Socorro Portela, titular da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), José Leonardo Vasconcelos Gracinco, conhecido como "Zé", confessou os crimes. Anteriormente, ele foi preso, mas apresentava versões desencontradas sobre o crime.

Na confissão de "Zé", divulgada nesta segunda-feira (26), ele viu quando a menina entrou sozinha no sítio, como costumava fazer. Ele aproveitou que o irmão e a esposa dele estavam longe e agarrou Rakelly, "Ele disse que, quando a criança entrou, ele a atraiu, deu uma gravata e a segurou com o outro braço", afirmou a delegada.

Rakelly gritou por socorro, mas ninguém ouviu. Ela também lutou e "mordeu os dedos do Zé", como disse a delegada. "E depois, que ele imobilizou a Rakelly, amordançando e amarrando as mãos, ele passou a abusar da criança, a estrangulou e jogou o corpo da menina no cacimbão", explicou. O suspeito confessou que já sentia atração sexual pela menina antes do dia do crime.

"Foi você que matou minha filha"

Patrícia Alves, mãe de Rakelly, disse que já sabia que "Zé" tinha matado a filha dela no mesmo dia em que ela desapareceu. "Eu disse que ela estava lá. Eu falei que tinha sido ele. No primeiro dia, eu fui lá no sítio, segurei no peito dele e falei 'foi você quem matou minha filha'", afirmou.

O inquperito policial será concluído nos próximos 10 dias, mas, preliminarmente, a polícia acredita que o suspeito agiu sozinho. Porém, a participação de outras pessoas não está descartada.

Fonte:TV Diario
Tecnologia do Blogger.