Header Ads

Header ADS

TV Varjota em Destaque - Ao vivo

Vídeo mostra confusão entre filha do secretário Inácio Arruda e PMs






O incidente provocado por ativistas eleitorais nas dependências do Instituto Federal de Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE),  na tarde do último domingo (2), provocou um bate-boca entre deputados estaduais na Assembleia Legislativa do Estado. Demonstrando flagrante e  total desconhecimento dos fatos, alguns deputados ligados politicamente ao ex-senador e atual secretário de estado Inácio Arruda, pediram uma punição imediata aos PMs que foram desacatados por Arruda e uma de suas filhas.
 
Vídeos gravados por curiosos, além de fotografias tiradas durante o tumulto, mostram os policiais militares sendo desacatados e impedidos de apreender material de propaganda política que estariam, supostamente, sendo distribuídos por Nara Arruda, filha do ex-senador, e outras quatro mulheres.
Uma denúncia recebida pelas autoridades eleitorais e repassada à Ciops (Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança), mobilizaram policiais a ir até o local para verificar a denúncia. Ao chegar ali, e ao encontrar as jovens descritas na denúncia, os PMs tentaram abordá-las, mas foram rechaçados e impedidos de revistar as bolsas das suspeitas onde estaria o material de propaganda irregular.
Logo depois, os vídeos mostram quando o secretário aparece repentinamente no local da abordagem policial. Ele corre, passa pelo portão e pelas grades na entrada do prédio e já se agarra com a filha e impede o trabalho dos PMs.
Um dos policiais aparece na gravação pedindo calma, enquanto o político resiste também ao trabalho da Polícia que ali está representando a Justiça Eleitoral.
Já a filha do político, numa atitude de provocação, levanta a saia e mostra seu corpo aos policiais tentando intimidá-los. Imagens gravadas e fotografadas mostram Nara Arruda somente de calcinha.
Já um áudio gravado dentro da viatura da PM que conduz os envolvidos no incidente à sede da Polícia Federal, revela ameaças que o ex-senador faz aos policiais militares, valendo-se de sua condição de secretário de estado e, portanto, integrante da equipe de confiança do governador do Estado, Camilo Santana (PT). 
Blog do Fernando Ribeiro
Tecnologia do Blogger.