ULTIMAS NOTÍCIAS

Mulher é agredida até a morte e tem corpo incendiado e triturado


Um crime macabro chocou a população de Bocaiúva do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba. O corpo de uma mulher, que estava desaparecida desde o dia 1° de novembro, foi encontrado triturado pela Polícia Civil. De acordo com o delegado Bradock, que conduz as investigações, quatro homens participaram do assassinato de Célia Valentin, de 46 anos, um deles era o ex-marido da vítima, João Paulo, de 29 anos.

Segundo a Polícia Civil, o ex-marido e outros três homens - Cleverson Luiz Farias de 36 anos, Joel Pires da Silva de 25 anos e Alessandro Nebesniaki Ribeiro de 19 anos – estiveram com a vítima em um bar no bairro Cachoeirinha, no dia 02 de novembro, e de lá se deslocaram até a casa de Cleverson, no mesmo bairro. Neste local, Célia foi agredida até a morte e depois teve o corpo incendiado durante toda a noite. Para impossibilitar o reconhecimento do corpo, os homens ainda trituraram os restos carbonizados da mulher com um rastelo.

Os investigadores afirmaram que restaram apenas alguns pedaços bem pequenos de ossos (veja foto na galeria). O material foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba, onde deve passar por exames para atestar a identidade da vítima.

Alessandro Nebesniaki Ribeiro, de 19 anos, foi preso em Bocaiúva do Sul nesta segunda-feira (08) e confessou sua participação no crime, contando os detalhes para a polícia.

Vizinhos da residência onde a vítima foi morta afirmaram à polícia que ouviram os gritos de desespero da mulher, enquanto ela estava sendo agredida até a morte.

A polícia pede que as pessoas que tiverem informações sobre o paradeiro de Cleverson Luiz Farias, João Paulo Rocha e Joel Pires, (Veja as fotos na galeria de imagens acima) que entrem em contato com a delegacia pelos telefones (41) 3658 1244 - 3658 2065 - 99806 7661.

R7




Postagem mais recente Postagem mais antiga