ULTIMAS NOTÍCIAS

Vídeo: zagueiro da Chapecoense é resgatado vivo de acidente de avião(assista)


Mais uma prova de fogo foi vencida, ao menos por enquanto, pelo zagueiro Hélio Zampier Neto, do Chapecoense.

Neto, que havia se recuperado de uma grave lesão e estava feliz por conseguir atuar nas finais de sua primeiro competição internacional, resistiu ferido por mais de 10 horas em meio aos destroços do avião que caiu na madrugada desta terça-feira (29), na Colômbia.

O jogador foi encontrado na segunda operação de resgate no local do #Acidente, já na parte da manhã. Ele chegou no hospital San Juan de Dios, na cidade de La Ceja, às 9h40, pelo horário de Brasília.

A imprensa segue aguardando informações sobre o seu estado de saúde, mas até o meio-dia desta terça-feira (29) não foi divulgado nenhum boletim médico sobre o grau de ferimento do profissional.

Já o atleta Alan Ruschel, lateral da Chapecoense, passava por cirurgia, assim como o jornalista que fez os últimos registros em vídeo de Neto, Rafael Henzel. Conforme a equipe médica, Alan, de 27 anos, deverá ser levado para um hospital de melhor estrutura após a cirurgia para ficar em cuidados intensivos.

Outro jogador que está vivo é o goleiro Jackson Ragnar Follmann. Já o outro goleiro, Marcos Danilo Padilha, que tinha sido encontrado com vida, acabou morrendo no hospital.

A comissária Ximena Suarez e o técnico da aeronave Erwin Tumiri são os outros dois sobreviventes. Eles estão fora de perigo e senguem internados. A tripulação contava com nove profissionais.

O acidente

A aeronave decolou da Bolívia, mais precisamente do aeroporto de Santa Cruz de la Sierra, e após possíveis falhas elétricas caiu próximo a um aeroporto em Rionegro, também na Colômbia.

O time iria para Medellín, onde disputaria uma partida com o Atlético Nacional. Um funcionário da companhia aérea LaMia, deu entrevista à Rádio Caracol e disse que inicialmente o avião ia para Bogotá, na Capital da Colômbia, para abastecer. Porém, o piloto mudou de planos, por achar que havia combustível suficiente para seguir direto para Medellín.

As investigações sobre os reais motivos do acidente serão aprofundadas e podem durar meses até que se saiba se houve falha humana ou apenas falhas de ordem técnica, envolvendo a aeronave.

De acordo com as autoridades colombianas, mais de 70 pessoas já foram confirmadas como vítimas fatais, das 81 pessoas que estavam a bordo.

Fonte:Blasting News

Postagem mais recente Postagem mais antiga