ULTIMAS NOTÍCIAS

Sexta-feira começa violenta com três casos de assassinatos na Região Metropolita e no Interior


A manhã desta sexta-feira (16) começou violenta no Ceará, com o registro de, pelo menos, três assassinatos. Um deles ocorreu logo cedo na periferia da cidade de Paraipaba, no Vale do Curu (a 115Km de Fortaleza). Já na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) o segundo homicídio aconteceu em Pacajus. O terceiro crime aconteceu em Juazeiro do Norte, no Cariri.

Era por volta de 5h20 quando a Polícia Militar de Paraipaba foi acionada para o local do crime, na comunidade das Barreiras, onde um homem que trafegava em sua motocicleta foi atingido por vários tiros. A equipe da PM, sob o comando do sargento Arlândio, compareceu ao local e identificou o morto como Francisco Carneiro de Almeida, 38 anos.

Moradores revelaram que ouviram uma sequência de disparos e logo encontraram o corpo ao lado da motocicleta. Segundo a Polícia, o homem assassinado não tinha histórico criminal e era um trabalhador. Todos os dias se deslocava para a localidade de Calumbi, onde trabalhava numa fábrica de derivados de coco.

Segundo o sargento Arlândio, que compareceu no local do crime juntamente com o sargento  Teixeira e o soldado Vasconcelos, aparentemente não foi um crime de latrocínio (roubo seguido de morte). “A motocicleta e o celular da vítima estão no local”, afirmou. Segundo ele, o assassino usou um revólver de calibre 38 e disparou, inicialmente, cinco tiros. Depois, recarregou a arma e disparou mais duas vezes. Alguns dos tiros atingiram a cabeça do homem.

Outros

Já na cidade de Pacajus, na RMF,  um jovem foi assassinado quando estava trabalhando em um lava-jato. O crime ocorreu por volta de 10 horas, no bairro Croatá, periferia do Município. Bandidos invadiram o local e dispararam vários no momento em que o rapaz lavava um automóvel. Ele foi identificado somente por Felipe.

Em Juazeiro do Norte, outro jovem foi também morto, O crime ocorreu no bairro Frei Damião. O corpo foi encontrado em uma casa abandonada. A Polícia não conseguiu pistas para desvendar o caso.

Por FERNANDO RIBEIRO

Postagem mais recente Postagem mais antiga