Header Ads

Header ADS

TV Varjota em Destaque - Ao vivo

Três mulheres são presas por estuprar jogador de futebol

Três jovens foram presas como sendo as principais suspeitas de ter estuprado um jovem jogador de futebol. O fato foi registrado na cidade de Cumbria, na Inglaterra. O jovem de 20 anos, que não teve seu nome revelado por motivos de seguranças pelas autoridades locais, acusa às três mulheres identificadas como Brogan Gillard, 26 anos, Paige Cunningham, 22 anos, e Shannon Jones, 20 anos, der ter sido violentado sexualmente após ele consumir álcool excessivamente.

Segundo o portal de notícias 'Daily Star', as três acusadas então sendo julgadas no Tribunal de Preston, no Reino Unido. Conforme relata o portal, elas gravaram todo o suposto estupro com um aparelho de telefone celular na residência de umas das acusadas. Nas imagens dá para ver com clareza as acusadas cortando vegetais e despejando em cima do corpo da vítima, que estava inconsciente por causa do efeito do excesso de bebida alcoólica ingerido. Em seguida, elas aparecem dançando em torno da vítima, que está caído no chão, tipo um ritual bizarro de dominação.

Em determinado momento, umas das acusadas segura uma tesoura e pergunta: "Ponho no traseiro dele?". No entanto, quando a vítima acordou, ele percebeu que tinha sido violentado sexualmente e que tinhas vários ferimentos em suas nádegas. Conforme consta no depoimento das acusadas, elas aceitaram a culpa por agressão sexual ao jogador, mas negaram ter violentado sexualmente a vítima. O tribunal da Inglaterra está julgando o caso de estupro através do vídeo que as próprias acusadas filmaram enquanto se divertiam.


Segundo as mulheres, a gravação do vídeo era parte de sua estratégia de diversão. Segundo a mídia local, as três suspeitas tiveram os nomes incluídos em lista de agressores sexuais na Inglaterra. Por isso, elas não devem escapar de uma sentença por violência sexual, uma vez que elas molestaram a vítima. O julgamento das suspeitas está previsto para acontecer no mês de janeiro de 2017. A vítima das agressões não prestou seu depoimento no Tribunal de Preston .

Fonte:Blasting news

Tecnologia do Blogger.