ULTIMAS NOTÍCIAS

Presos gravam vídeo fazendo churrasco de coração de rivais em penitenciária


A realidade nos presídios brasileiros não está nem um pouco tranquila. Após semanas de crimes e rebeliões filmadas dentro e fora das cadeias, um novo fato surgiu para deixar a população e as autoridades ainda mais assustadas.

Nesta sexta-feira (20), vazou na internet um vídeo estarrecedor de detentos da Penitenciária Alcaçuz, no estado do Rio de Grande do Norte, queimando carne humana em uma fogueira. O #Crime aconteceu e foi filmado após o massacre, no qual foram executados alguns membros da facção rival, o Primeiro Comando da Capital (PCC). As imagens caíram na internet e mostram uma comemoração entre os bandidos após a execução em grupo.

A rebelião dentro do #Presídio já dura seis dias e ainda não se sabe até quando ela poderá se estender. Dentro desta cadeia foram cortadas cabeças de diversos presos rivais, que supostamente seriam do PCC, e outros tiveram seus corpos dilacerados, com partes separadas.

Nas imagens divulgadas, um homem mexe em uma fogueira enquanto outro grita ao fundo:

"É churrasco de PCC", diz, rindo.





Os presos chegam a ameaçar comer a carne dos bandidos que foram mortos horas antes, contudo, não revelam quantas pessoas mataram naquele dia. Um dos bandidos chega a cobrir o rosto falando o nome de quem eles querem matar.

Em seguida, outros homens aparecem no #Vídeo e mostram seus rostos, felizes com o resultado do motim. A câmera desvia para o teto da prisão e exibe outros presos fazendo algo não relatado pelos bandidos. Um deles chega a comentar que "não acabou" e que os massacres continuarão.

Somados todos os massacres que aconteceram nos últimos dias, já foram mais de 100 vidas perdidas para a "guerra" das facções. A promessa do governo do estado do Rio Grande do Norte é aumentar os muros das cadeias para evitar situações piores.

Nas redes sociais muitas pessoas já viram o vídeo e comentaram o que acharam de toda a situação de barbárie que vive o Brasil.

"Nossa senhora... Que nos proteja porque estamos perdidos...", escreveu uma internauta em uma página que divulgou o vídeo.

Fonte:Blasting News

Postagem mais recente Postagem mais antiga