ULTIMAS NOTÍCIAS

Ipuenses são presos em Ipueiras acusados de assassinar pedreiro


Uma dupla foi presa na zona rural de Ipueiras acusada de assassinar um pedreiro. Eles são ipuenses um foragido da Cadeia Pública de Ipu e o outro residente na comunidade de Santana, região serrana na zona rural de Ipu (CE).



Francisco Alisson Dias Gomes, 23 anos, vulgo "Boca Sex" foragido da Cadeia Pública de Ipu, desde dezembro de 2016, e Marcos Vinícius Bezerra do Carmo, 25 anos são apontados pela polícia de serem os autores do crime ocorrido no domingo, onde teve como vítima o pedreiro João Paulo Vieira Alves, 33 anos, residente na localidade de Prazeres, zona rural de Ipueiras.

O crime ocorreu na localidade de Bacamarte, zona rural de Ipueiras. A vítima foi morta com um único tiro na cabeça, e os dois foram descritos por testemunhas como autores do assassinato. De acordo com a Polícia há três dias eles estavam na localidade e no momento do fato trafegavam em uma motocicleta Honda/CG 150, cor vermelha, e após a prática delituosa, evadiram-se do local em rumo ignorado.

A prisão

As prisão dos acusados aconteceu na madrugada desta segunda-feira, por volta das 2h, durante saturação realizada por integrantes do Destacamento Policial de Croatá, Tenente Sousa, Sargento Alves, Sds. Tiago e Joniel, nas imediações do Sitio Piaus, que culminou na prisão dos acusados.

Ambos trafegavam na moto descrita pelas testemunhas, a qual após consulta verificou-se que se tratava de uma moto com placa fria, sendo a motocicleta na verdade uma Honda 125, cor preta, ano 2007.

Foram encontrados de posse dos acusados: Uma Pistola calibre 9mm, municiada com 16 cartuchos; Um revólver calibre 38 com 05 munições, sendo quatro intactas e uma deflagrada; 27 munições de calibre 38, entre estas, havia uma deflagrada; uma espingarda de pressão, pólvora e um canivete.

De acordo com as investigações o crime teria ocorrido após uma discussão entre a vítima e os acusados. Diante dos fatos, ambos foram conduzidos para Delegacia de Policia Civil de Tianguá, onde foram apresentados ao Delegado Gregório e autuados por porte ilegal de arma de fogo, ficando os dois a disposição da Justiça. Inquérito nº 560-420/2017.

Ipu Noticias


Postagem mais recente Postagem mais antiga