ULTIMAS NOTÍCIAS

"Guerra" entre as facções deixa 32 mortos nas ruas da Grande Fortaleza no fim de semana


A guerra entre duas facções deixou um rastro de sangue nas ruas de Fortaleza nas últimas 72 horas. Segundo os registros da Polícia, entre a noite de sexta-feira (15) e a manhã desta segunda-feira (18), ao menos, 21 pessoas foram mortas na Capital.  Confrontos a tiros foram registrados em sete bairros, Barra do Ceará, Quintino Cunha, Padre Andrade, Bela Vista Serviluz, Jardim Jatobá e Barroso 2. Já na Grande Fortaleza, mais 16 pessoas foram mortas. Somente em Caucaia foram oito mortos, além de três em Maracanaú.

A guerrilha travada entre as facções Guardiões do Estado (GDE) e Comando Vermelho (CV) se espalhou por todas as regiões da Grande Fortaleza e o acirramento entre os dois grupos ocorreu após bandidos do GDE terem seqüestrado duas garotas na zona Oeste, na noite de sábado passado. Na manhã seguinte, os corpos das reféns foram encontrados crivados de balas no Morro de São Tiago, na Barra do Ceará e ainda pichados com as siglas e números da facção.

Ainda na noite do sábado (16), as duas facções travaram um tiroteio nas ruas do Barroso 2, na área do Grande Castelão, deixando dois homens mortos no local.  Já no domingo, quando o dia amanheceu, um “bonde” de carros e motos, que seria formado por bandidos da GDE, invadiu as vielas, becos  e ruas estreitas da Favela Língua de Cobra, no bairro Padre Andrade, e deu um “salve geral”, disparando tiros e deixando os moradores em pânico dentro de suas casas.

A ação dos criminosos foi filmada por eles mesmos e postada nas redes sociais. Na gravação aparecem bandidos com o rosto coberto por capuzes, balaclavas e boné. A maioria exibe armas de grosso calibre como pistolas e submetralhadoras, que são conhecidas como “macaquinhas”.

Mais mortes

Na sequência das escaramuças das facções nas zonas periféricas da cidade, foram registradas mais confrontos e mortes na noite do domingo. No bairro Tauape, dois homens que seriam integrantes do Comando Vermelho foram fuzilados  nas proximidades do Canal do Lagamar, onde uma disputa de território de drogas envolve dois traficantes que comandam quadrilhas.

Já em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza, bandidos que seriam da GDE fuzilaram dois jovens na BR-020 na localidade de Tucunduba, quando eles saíam de moto de uma festa de “paredões” de som. Um dos mortos era o adolescente Alexsandro Nascimento de Moura, de 14 anos. O comparsa, que estava na garupa da moto, não foi identificado.

Ainda em Caucaia, no Conjunto Itambé,  por volta de 21 horas, bandidos entraram em confronto com a Polícia Militar e atingiram  várias viaturas com disparos de pistola e escopetas. Houve revide e dois homens foram baleados e mortos.

Outro duplo assassinato ocorreu no fim da noite no bairro Bela Vista, onde uma facção invadiu uma residência, matou dois jovens com tiros e incendiou a residência. Os corpos carbonizados foram retirados do local pelas equipes da Perícia Forense no começo da madrugada desta segunda-feira.

Manhã de hoje

A “guerra” das facções  não teve trégua e, já na manhã de hoje, mais quatro pessoas foram assassinadas em dois duplos homicídios na Capital.  Na Praia do Futuro, na zona Leste da cidade, dois homens foram executados em plena Avenida Zezé Diogo.









Outro tiroteio deixou mais dois mortos na Rua Tebas, no bairro Jardim Jatobá, no Grande Bom Jardim.

E na Barra do Ceará, a Polícia Militar foi acionada para escolta do velório e sepultamento das duas garotas seqüestradas e mortas no fim de semana. Bandidos da GDE ameaçaram invadir o local onde os corpos estavam sendo velados e incendiá-los.

Informações Fernando Ribeiro

Postagem mais recente Postagem mais antiga