ULTIMAS NOTÍCIAS

Miliciano é morto horas após divulgar invasão em transmissão ao vivo no face


Um miliciano morreu, neste sábado, após divulgar, em sua página no Facebook, uma transmissão ao vivo da invasão de seu bando à comunidade Nogueira, em Realengo, na Zona Oeste. No vídeo, ele é chamado pelos comparsas de "Cigarrão".

Nas imagens, ele afirma que tomou a comunidade: "Estou ao vivo no Nogueira" Tomei! Nogueira é nosso! Perdeu. É o Bonde dos Cria. Acabou ADA no Jardim Novo. Já estou cobrando o comércio. Acabou a palhaçada".

Outros homens aparecem armados com fuzis no vídeos. Alguns estão encapuzados. Um deles se preocupa com a repercussão das imagens e alerta o comparsa: "Tu vai jogar no face"? Mas Cigarrão garante que vai excluir o vídeo.

 Vimos o vídeo que ele transmitiu e foi excelente, pois possibilitou, inclusive, identificar alguns integrantes. A conduta dele certamente fugiu ao padrão atual das milicias que é a discrição. Quanto à morte, de fato, há informações de que ele tenha sido morto por comparsas, mas não posso afirmar ainda — disse o delegado Alexandre Herdy, titular da Delegacia de Repressão as Ações Criminosas Organizadas e Inquéritos Especiais (Draco).

Herdy explicou ainda que há uma integração entre diferentes grupos de milicianos para dominar outras comunidades:

— Recebemos diversas denúncias e observamos a integração entre grupos que atuam em Realengo, Del Castilho, Catiri, Cascadura, Praça Seca, Vila Valqueire e algumas outras localidades.

A Divisão de Homicídios (DH) está investigando o caso.

Informações Extra Online

Postagem mais recente Postagem mais antiga