ULTIMAS NOTÍCIAS

Las Vegas:Vídeos mostram momentos de pânico durante ataque em festival


EUA - Vídeos divulgados nas redes sociais no início desta segunda mostram os momentos pânico e terror durante o ataque a tiros ocorrido na noite deste domingo em um festival de música country, em Las Vegas, nos EUA, que deixou pelo menos 50 mortos e 400 feridos.

Em uma das imagens compartilhadas é possível ver o momento em que o cantor Jason Aldean deixa o palco após ouvir os disparos.

Outros vídeos mostram a correria e o pânico do público, que corria e, em determinados momentos, se abaixavam para se esquivar dos tiros.


'Como fogos de artifício'

Presente no festival quando ocorreu o ataque, Joe Pitz relatou ao jornal Las vegas Sin que ouviu algo como "fogos de artifício": "Estávamos assistindo ao show, muito bem, quando ouvimos algo que parecia como fogos de artifício (...) Imagino que era uma arma automática, porque, na verdade, pareciam fogos de artifício até que começou a comoção do lado do palco do Mandalay Bay, com pedidos por médicos e Aldean deixando o palco", acrescentou.




Também presente no festival no momento do incidente, Monique Dekerf disse à rede CNN que ouviu "o que parecia vidro quebrando": "Olhamos para os lados para ver o que estava acontecendo e escutamos o pop, pop, pop. Você pensa que acabou por um momento, porque não havia mais tiros e, de repente, começa de novo", completou.

Um homem contou que viu um homem ferido no pescoço "e, depois, as pessoas começaram a cair como moscas". Outra mulher, identificada apenas como Christie, declarou à emissora KLAS que, ao ouvir os tiros, correu com o marido para o carro. Quando chegaram ao estacionamento, encontraram um homem ferido, que pediu ajuda. O casal levou algumas pessoas para o hospital.





"Esta noite vai além do horrível. Ainda não sei o que dizer, mas gostaria de informar a todos que minha equipe e eu estamos seguros. Meus pensamentos e orações vão para todos os afetados esta noite. Meu coração está partido que isto tenha acontecido com qualquer pessoa que estava aqui para ter uma noite divertida", disse.

Segundo as autoridades, o autor do ataque, Stephen Paddock, de 64 anos, se suicidou após o ataque. Uma mulher que agiu como cúmplice do agressor também foi presa.

No Twitter, o presidente Donald Trump mandou condolências aos familiares e vítimas do ataque, que já é considerado o tiroteio mais violento da história dos EUA.

Informações O Dia

Postagem mais recente Postagem mais antiga