ULTIMAS NOTÍCIAS

Motorista de UBER é assassinado após entrar em favela e não baixar os vidros do carro


Um motorista de um aplicativo de celular 23 anos foi assassinado no Bairro Couto Fernandes, em Fortaleza, em uma área onde traficantes exigem que motoristas trafeguem com os vidros baixos e motociclistas, sem capacete.


No local do crime, conhecido como Favela do Triângulo, há pichações com os dizeres "motorista, baixe o vidro". Matheus Vieira Paulino, de 23 anos, morreu no local. Ninguém foi preso.

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou que a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e a Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) realizaram os primeiros levantamentos acerca de um homicídio e que continuam investigando o caso.

Casos similares

Este é pelo menos o terceiro caso em que um motorista funcionário de empresas de aplicativos é assassinado no Ceará. Em julho, um motorista do Uber de 22 anos foi assassinado no Bairro Ancuri, em Fortaleza, por entrar em uma área onde criminosos exigiam que motoristas entrassem no local com os vidros baixos.

Segundo o pai da vítima, Guilherme Maia tinha acabado de deixar um passageiro no bairro e, ao voltar, foi abordado por homens que pediram que ele baixasse os vidros do carro. O rapaz se recusou e os homens atiraram. Guilherme foi atingido por um tiro na cabeça e não resistiu.

Já em setembro, um homem foi assassinado a tiros no município de Maracanaú, Região Metropolitana. Ele foi abordada por dois homens que já chegaram atirando. Marlon Jhon Barbosa, de 37 anos, havia deixado uma mulher em casa no Bairro Pajuçara, quando foi abordado pelos criminosos. Os suspeitos desceram de um outro veículo e atiraram na cabeça do motorista. Ele foi atingido por, pelo menos, nove disparos e morreu dentro do carro.

Fonte: G1

Postagem mais recente Postagem mais antiga