ULTIMAS NOTÍCIAS

Uma família morreu eletrocutada ao usar celular ligado no carregador?


É verdade que uma família inteira morreu eletrocutada após sofrer uma descarga elétrica usando o aparelho celular enquanto ele estava carregando?


As imagens são fortes e começaram a se espalhar através do WhatsApp no final da primeira quinzena de outubro de 2017. De acordo com o texto amplamente espalhado, as vítimas moravam

cidade pernambucana de São José da Coroa Grande e teriam falecido no local, após usarem o smartphone ligado na tomada!

Juntamente com o texto, fotos de adultos com uma criança mortos, no chão, ao lado de uma caixa d’água!!!

Será que essa notícia é verdadeira ou falsa?

Verdade ou mentira?
Pouco tempo depois que essas imagens começaram a se espalhar, começamos a receber relatos dessa mesma tragédia, só que as mortes teriam ocorrido em outras cidades, como em Ibotirama ou em Bom Jesus da Lapa (BA). Só por aí, já podemos desconfiar da veracidade dessa história!


Além disso, o texto não diz quando as mortes teriam ocorrido. Dessa forma, o rumor pode voltar a circular novamente daqui algum tempo e quem receber isso no WhatsApp poderá achar que se trata de algo recente.

A verdade mesmo é que as fotos são reais, mas as mortes nada tem a ver com o uso de carregadores de celular!

No dia 05 de outubro de 2017, três pessoas de uma mesma família morreram após uma descarga elétrica na cidade de Cajueiro, em Alagoas. As vítimas (mãe, filho e avó) morreram após entrarem em contato com um varal de roupas energizado!

A jovem Maria Jornada Maximiliano da Silva estendia roupas quando recebeu a descarga, enquanto que a mãe – Sileda Maxiliano – teria tentado socorrer quando também foi eletrocutada. O menino Flávio Arthur Henrique da Silva, de três anos de idade também encostou nas duas e morreu no local.

Os peritos constataram que um fio energizado desencapado de uma lâmpada usada para clarear o quintal encostou no varal (feito de arame farpado e arame metálico) que estava amarrado nos mesmos pregos usados para sustentar o fio!

“Quando a primeira vítima, por algum motivo, tocou no varal ficou submetida ao potencial de 220V e causou um curto-circuito para a terra que circulou pelo seu corpo, vindo a falecer por eletroplessão. A segunda e a terceira vítima, provavelmente, na agonia de tentar salvar, tocaram no varal e/ou na vítima, sendo submetidas a mesma condição fatal.”  disse o perito, em entrevista.
Conclusão
As fotos de uma família morta que se espalharam através do WhatsApp são de vítimas de uma descarga elétrica causada por uma gambiarra feita nos fios de luz e não tem nenhuma relação com carregadores de celular!

Informações e-farsas

Postagem mais recente Postagem mais antiga