Header Ads

Header ADS

TV Varjota em Destaque - Ao vivo

Polícia militar indentifica e prende acusado de participação em homicídio em Guaraciaba do Norte


foragido



Policiais militares de Guaraciaba do Norte, tendo a frente o sargento Juscelino e equipe, prenderam nesta sexta feira 17/08/2018, um dos elementos acusados de ter tido participação na execução de um comerciante no referido Município.
A prisão ocorreu  por volta das 15:30 quando foi preso no Distrito de Mucambo em Guaraciaba do Norte o indivíduo de
Nome: João Batista Sales de Araújo, vulgo Joãozinho, Filho de  Gonçalo Ferreira de Araújo e  Antônia Sales Fernandes Araújo, Natural de  Ipueiras, Nascido aos  26/06/1998, residente no  Sitio Corgo.
Segundo a polícia, Joãozinho é  acusado de ter envolvimento num crime de morte onde a vítima foi identificada como:.  Antônio Ribeiro de Sousa, Nascido aos 01/12/1981, residente na Rua Sebastião Luiz de Sousa - Distrito de Mucambo - Guaraciaba do Norte, o qual foi executado a bala na noite desta quinta feira (16/08/2018) em seu próprio comércio, e de acordo com a  perícia a vitima  foi alvejada com  19 perfurações a bala.
Segundo o que foi apurado pela polícia, Joãozinho teeia participado  do crime dando informações sobre a vítima, para o executor, uma vez que   Joãozinho  tinha uma dívida com um indivíduo chamado Clevinho, e pra pagar a dívida o mesmo teria que dar informações sobre a vítima, que na noite anterior por  volta das 20:30 Clevinho mandou várias mensagens via  whatsapp para o Joãozinho pedindo informações para que o autor pudesse agir sem o perigo de ser identificado ou preso, que se tudo desde certo o Clevinho perdoaria a dívida de Joãozinho que seria de 500,00.

Executor identificado:

Segundo a polícia, o homem que executou a vitima já foi identificado como sendo:  Francisco Clayvert Fernandes Cruz, vulgo Clevinho,  filho de Antônio Carlos Cruz e Maria Luzinar Alves Fernandes , Natural de  Guaraciaba do Norte, nascido aos 06/02/1999, residente no  Distrito de Mucambo - Guaraciaba do Norte.
Clevinho após o crime se evadiu e não mais apareceu na sua residência bem como na casa de outros parentes e encontra-se foragido. Ja Joãozinho foi encaminhado para a delegacia de polícia civil onde foi  autuado no ART 121 do CPB e em seguida mandado para a cadeia pública.

Detalhes:. Na delegacia, Joãozinho relatou o motivo que Clevinho que teria tido para executar o comerciante, porém para não atrapalhar nas investigações da polícia, o Blog não irão relatar essa parte na matéria.

Ipaporanga Noticia
Tecnologia do Blogger.