Header Ads

Header ADS

RÁDIO VARJOTA - AO VIVO NA TV

Homem é morto com tiro de sniper depois de manter a ex-mulher como refém no Ceará



Um homem de 38 anos que estava mantendo a ex-mulher como refém foi morto por disparo de sniper por um policial do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar do Ceará na localidade de Tapera, em Aquiraz, na tarde desta segunda-feira (16). O homem mantinha a ex-mulher sob a mira de uma faca.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), agentes de segurança tentaram negociar com o homem a liberação da mulher durante cinco horas, quando "um sniper do Bope aproveitou um descuido do infrator e conseguiu neutralizá-lo com um disparo de arma de fogo". Na noite desta terça-feira (17), no entanto, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social retificou a nota anterior e informou que "ao perceber que ele (o suspeito) estava determinado a golpear sua ex-companheira, um sniper do Bope agiu, neutralizando o suspeito com um disparo de arma de fogo".

Segundo familiares, a mulher estava sentada na cacimba e o ex-marido estava atrás com uma faca no pescoço dela, quando o policial o atingiu com um tiro sniper. O caso aconteceu em um terreno por trás da residência onde o casal morava quando estava junto.

Negociação

Após cinco horas tentando negociação, um agente atingiu o homem com um tiro de sniper. Ele morreu no local do crime.
A mulher foi resgatada e socorrida para uma unidade de saúde, onde recebeu atendimentos. Em seguida, ela e os policiais que participaram da ação foram até a Delegacia Metropolitana de Eusébio, onde o caso foi registrado.

Informações G1
Tecnologia do Blogger.