Header Ads

Header ADS

Acusado de homicídios em Juazeiro é preso com armas, muita cocaína e crack




Policiais civis da Delegacia Regional de Juazeiro do Norte prenderam na tarde desta terça-feira dois homens com duas armas de fogo, muitas munições, boa quantidade de crack e cocaína, bastante dinheiro e balança de precisão. Francisco de Oliveira Pereira, de 31, o “Marquim Bocão” e José Ednaldo Soares de Sousa, de 45 anos, o “Naldinho”, estavam numa casa no bairro Tiradentes. O primeiro é tido pela polícia como homem de alta periculosidade.

Ele mora no bairro do Horto, conquistou liberdade da Penitenciária Industrial e Regional do Cariri (PIRC) este ano e responde procedimentos por crimes de tráfico de drogas, vários portes ilegais de amas de fogo, lesões corporais e homicídios. Todavia, “Marquim Bocão” nega o envolvimento em assassinatos. Já o seu comparsa responde procedimentos por crimes de violência doméstica.

Marquim é suspeito de envolvimento no duplo homicídio registrado na noite do dia 11 de maio na Rua da Paz (Pirajá) quando foram mortos José Anderson Boaventura Lima, de 27, o “Dandan” ali residente, e José Davi Celestino da Silva, de 19 anos, morador de casa próxima. Este último corria de algozes pela rua quando adentrou a casa de “Dandan” o qual estava dormindo e morreu atingido por balas perdidas. Davi não escapou e testemunhas apontaram “Marquim” como um dos envolvidos.

Antes, no dia 8 de fevereiro, numa boate que funciona na Avenida Castelo Branco (Tiradentes) duas pessoas discutiram e uma delas que seria o “Marquim Bocão” lesionou a tiros o menor de iniciais T. B. S., de 17 anos. Já no dia 13 de abril, no centro de Juazeiro, Marquim teria baleado Cícero de Lima Ferreira, de 31 anos, o “Cicinho Olho de Gato”, no cruzamento das ruas São José e Santa Luzia perto do antigo Pronto Socorro de Juazeiro.

Fonte:Site Miséria

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.