Header Ads

Header ADS

Motorista de Varjota chama de "macaco" profissionais que trabalhavam em barreira sanitaria




Profissionais que trabalham nas barreiras sanitárias no município de Tamboril, foram insultados  e vítimas de preconceitos na tarde do último domingo 21/06/2020.
Tudo aconteceu quando durante uma barreira sanitária que estava sendo realizada na saída de Tamboril para a Localidade de Cruzeta,  um motorista identificado por Neguim Vieira,  procedente da cidade de Varjota foi barrado de entrar na  cidade , uma vez que os profissionais da Barreira sanitária tem a determinação para não deixarem pessoas de outros lugares entrarem dentro da sede.
Porém depois de um pedido feito por um homem de nome Márcio (funcionário da prefeitura de Tamboril) e amigo do motorista Neguim, o motorista acabou sendo liberado para adentrar na cidade.
Mais para a surpresa dos profissionais, ainda no domingo (21) os profissionais foram surpreendidos com alguns áudios gravados pelo motorista onde o mesmo chamava os profissionais de macacos, e que ainda no áudio o Neguim  afirmava que só tinha entrado na cidade graças a um amigo que trabalha na prefeitura de Tamboril.

Após tomar conhecimento dos áudios, o agente Edson Rangel, diretor do Demutran do município de Tamboril, compareceu na segunda feira (22/06) na delegacia de polícia civil onde registrou um BO, com o objetivo do motorista Neguim ser responsabilizado pelos ensultos proferidos contra os profissionais que Trabalham nas barreiras sanitárias.

Em seu depoimento na delegacia de polícia, Edson Rangel  informa que é diretor do Demutran da cidade de Tamboril; Que tomou conhecimento que na data do dia 21/06/2020, soube através de aplicativo de mensagem, de uns  áudios do qual um homem conhecido como Neguim Vieira Residente na cidade de Varjota, mais que tem parentes na Rua do Estádio em Tamboril;. Que nos áudios Neguim chama os agentes de trânsito, Bombeiros Civis e os técnicos de enfermagem de macacos;. Que segundo informações o mesmo informou que estava na cidade para visitar parentes que residem na cidade;. Que Neguim foi impedido de entrar na cidade pela barreira sanitária; Que Márcio que Trabalha nos transportes foi até a Barreira e convenceu o agente Cavalcante a entrar na cidade, com alegação de que Neguim era Residente em Tamboril e amigo de infância, e que se responsabilizaria pela entrada de Neguim, e que a entrada foi autorizada;. Que depois sugiram áudios de Neguim nas redes sociais falando sobre o acontecido;  Que nos áudios Neguim fala que tinha um macaco na entrada e outro na saída da cidade;  Que o mesmo pede providencias no intuito de responsabilizar tais ofensas aos Trabalhadores da barreira sanitária.


PEDIDO DE DESCULPAS:

Após ser informado que contra sua pessoa havia sido registrado um BO, o motorista Neguim Vieira postou uma nota se retratando (pedindo desculpas) pelos ensultos proferidos contra os profissionais.

CONFIRA: Pedido de desculpas sobre o ocorrido, no dia 21 /06/2020
No dia citado acima, estive em tamboril, onde em um certo momento eu mandei um áudio infeliz para um grupo de amigos.
Usei palavras que não devia, não quis em momento algum ofender ou denigrir ninguém, quem mim conhece sabe que não, tenho essa intenção, em nenhum momento mim estressei com nenhum dos agentes pois sei que eles estão fazendo o trabalho deles e muito bem por sinal.
Conversando com o agente disse que entendia e que voltaria dali mesmo, fui infeliz no áudio que foi divulgado, mas volto a dizer que não minha intenção ofender ninguém, nem aos agentes nem tão pouco os poderes que mantém  a cidade, peço desculpas pelo meu erro e perdão pelo incoveniente que causei...

As informações são do radialista Gonçalinho Rodrigues

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.